LL – Links Legais

A Chata de Galocha tem uma sessão no blog dela que é muito legal, os links da semana, e foi lá que eu vi um link com o nome Mamões e Casamento. Achei o nome no mínimo curioso e fui lá conferir. Grata surpresa, encontrei o seguinte texto, breve, porém com uma mensagem muito bonita:

Mamões e casamento

Faz um tempo, minha esposa tomou a missão de colocar frutas no meu café da manhã.

     Outro dia, uma tarde chuvosa, saí do trabalho e passei no mercado para comprar alguns mamões. Na banquinha, achei só uns poucos, e todos meio feios. Garimpei, escolhi os mais apresentáveis e acabei conseguindo três, cada um com algum defeito pequeno.

     Na manhã seguinte, cortei o primeiro em dois: uma metade com umas marcas de batida na casca e a outra perfeita. Comi a parte pior –tive que jogar uma colherada no lixo– e deixei a melhor sobre o balcão da cozinha. Mesma coisa fiz na segunda manhã, com o segundo. O último que sobrou na geladeira tinha uns pontos pretos; virei-o na prateleira de um jeito que escondesse as manchas.

     Pois hoje, dia do último mamão, minha mulher acordou mais cedo –normalmente eu me levanto meia hora antes– e, quando eu saí do banho, ela já tinha tomado café da manhã e cantarolava no quarto. Fui para a cozinha e estava lá meu cereal, o leite, o pão, os frios e uma metade de mamão. Na hora, lembrei dos pontinhos podres e virei o bendito para ver: imaculado. Minha esposa acabara de ficar com o pedaço ruim.

     Pegando a colher, me senti meio culpado por não ter ido à cozinha antes que ela. Mas, no segundo seguinte, pensei que isso seria negar que ela também pudesse fazer algo por mim. Imagino que tenha ficado feliz por ter saído da cama mais cedo para descobrir a parte ruim do mamão e escondê-la de mim, a mesma alegria silenciosa que eu tivera nos dois dias anteriores. Porque, no fundo, um casamento é isso: oferecer ao outro sempre a melhor metade.

Esse texto me deixou um pouco pensativa. Quantas vezes a gente se irrita no trabalho, e tem que se segurar porque afinal, estamos no trabalho? E quantas vezes nesses dias, quando finalmente chegamos em casa e vamos estar com a família, acabamos descontando em quem mais amamos a nossa irritação e nosso descontentamento? E em vez de oferecer a nossa melhor metade, fazemos exatamente o contrário, oferecemos a pior metade. O que há de ruim em nós. Eu sei que nem só de flores vive um casamento. Aliás, muito pelo contrário, um casamento vive de maus e bons momentos. Porém, suspeito que os casamentos duradouros são aqueles cujos bons momentos fazem até os maus valerem a pena. Então, que façamos isso! Que possamos ficar com os defeitos dos mamões, mas se eles forem muito grandes, a gente divide! E para você, meu amor, a metade mais vermelha da minha melancia (porque eu prefiro as melancias aos mamões, dão trabalho pra comer, mas são mais belas e doces!) =)

Anúncios

Uma opinião sobre “LL – Links Legais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s