Cozinhaterapia

Eu não sei se já disse isso aqui, mas se não disse, foi uma falha grave em não relatar fato tão importante a respeito da minha pessoa: eu AMO cozinhar. É uma das coisas que mais gosto de fazer (depois de comer hahaha).
Quando eu casei, só sabia fazer o básico (arroz, feijão, carne, salada e macarrão). Daí comecei a testar as receitas e não é que tenho dom pro trem? (modéstia a parte rs). Ao longo desses 6 anos – quase 7 – que tenho de casada, aprendi algumas coisas simples, porém importantes, tanto sozinha quanto nos meus programas de culinária (todo o meu amor para o GNT):
 
Dicas úteis
 
  • Quebrar ovo: parece besteira, mas é útil. Eu sempre batia o ovo na quina de algum lugar, o que as vezes fazia espirrar parte da clara pra algum canto ou estourar minha gema. Bata o ovo na pia ou em qualquer superfície plana. Ele vai quebrar e amassar no meio, porém sem abrir, daí você abre com a própria mão sobre o recipiente que quiser despejá-lo.
  •  Descascar cebola: eu sempre chorava HORRORES pra descascar e picar cebola. Até o dia que descobri que a maneira mais fácil disso não acontecer é não retirar a parte dos “cabelinhos” da cebola, sabe? Descasque e vá cortando do outro lado até chegar nos “cabelinhos”, aí você joga esse pedaço fora somente quando já tiver terminado de picar ela toda. Eu sempre tirava os dois lados e só depois ia picar a cebola. Lágrimas. Muitas.
  •  Peito de frango: taí uma carne que nasceu pra ser ressecada ne, especialmente se for filé grelhado. Daí a sacada de mestre é não pegar o filé com o garfo! Se você furar a carne, ela vai perder água e ficar ressecada! Vire o filé a cada minuto com um pegador. Ele vai ficar bem mais suculento.
  •  Molho para salada: uma medida de ácido para três de gordura = combinação perfeita. Por exemplo: uma colher de mostarda dijon, uma de vinagre de maçã e três de azeite. E daí você pode sempre variar os molhos seguindo essa dica. Sempre fica bom. 
  • Armazenar salada: lave as folhas, deixe escorrer BEM a água e guarde em saquinhos cheios de ar, gordinhos mesmo sabe? Na geladeira. Dura vidas.
 
Utensílios INDISPENSÁVEIS
 
  • Frigideira anti aderente: auto explicativo. Não há um omelete que fique bom se você não tiver uma frigideira boa.
  • Espátula de silicone: não arranha as panelas anti aderentes, não derrete, não esquenta, ótimo pra virar qualquer coisa, carne, panqueca, omelete etc.
  • Liquidificador potente: quando você começa a cozinhar pouco mais que o básico, descobre que o liquidificador serve para, além de fazer sucos, fazer bolos, tortas, massas, pastas. Mas para tal, ele tem que ter força. Ter um de 50 dilmas é quase o mesmo que não ter…
 

20140602-142451-51891702.jpg

20140602-142452-51892659.jpg

20140602-142934-52174806.jpg

20140602-142933-52173988.jpg

20140602-143249-52369341.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s