Punta Cana – parte 3: La Romana e Isla Saona

Tava devendo o último post sobre a minha viagem a Punta Cana.

Então vamos lá, o único passeio que fiz foi a La Romana e Isla Saona.

Acho que este é o único que vale a pena. Primeiro, porque se você paga um hotel que tem tudo e é um dos melhores resorts da região, não compensa ficar saindo dele. Segundo, porque os passeios são caros e muito artificiais. Por exemplo, nadar com os golfinhos custa quase 200 dólares por pessoa mais 55 dólares pelo cd com as fotos (porque é proibido levar câmera). Acho que eu até pagaria se eles estivessem soltos na natureza, mas ficam em cativeiro em uma região confinada no mar próximo ao hotel. É um passeio de umas 3 horas, mas que leva quase o seu dia inteiro (apesar de ser na praia do hotel, todo mundo sai em ônibus pra pegar outras pessoas em outros resorts, o que faz dar uma volta e demorar). Não achei que compensava. De outros passeios, tive referências não muito animadoras também…

Mas La Romana e Saona realmente valem a pena. Tem história e, além disso, EU NUNCA VI lugar mais lindo na vida do que Saona. Talvez haja um empate técnico com a Casa Pueblo em Punta del Este.

Compramos o pacote no hotel mesmo por 99 dólares por pessoa (atenção, o passeio não sai todos os dias, é bom já verificar as próximas datas, principalmente se você vai ficar poucos dias). Saímos às 7 da manhã de ônibus, junto com algumas pessoas de outros resorts, para La Romana (aproximadamente uma hora de distância). Foi um trajeto bem tranquilo, como era cedo, a maioria das pessoas dormiu até lá (incluindo eu hihi) com a exceção dos momentos que o guia não calava a boca (se você nunca viu o vídeo “comandante” do porta dos fundos, veja, é tipo isso rs).

Chegando a La Romana, fomos conhecer os Altos de Chavon, uma réplica de uma vila medieval construída na década de 1970. Um lugar lindo no alto de um penhasco com um rio passando aos seus pés.

image

image

image

image

image

Ficamos lá por aproximadamente uma hora, tempo suficiente para conhecer a pequena vila. Fomos de ônibus até Bayahibe, bem próximo dali (uns 20 minutos creio), para pegarmos a lancha rápida em direção às piscinas naturais com estrelas do mar. A lancha é realmente rápida, daquele tipo de passeio “com emoção” sabe? Rs.. Então, o ideal é não levar muita coisa, uma bolsinha de praia com itens básicos (água, algum lanche, protetor) está de bom tamanho. Que lugar MARAVILHOSO de águas cristalinas e VÁRIAS estrelas do mar. Por gentileza, se encontrar algumas, resista à tentação de retira-las da água para as fotos. Elas morrem em segundos fora da água =(

image

Ficamos nas piscinas por uns 40 minutos e fomos na lancha por mais uns 10 minutos até a Isla Saona. Chegamos na ilha por volta das 11, 11 e pouco. É um lugar calmo, apesar de receber muita gente, não tem muito barulho. E o azul da água eu nunca vi na minha vida. Dizem que foi lá que gravaram parte do filme “A lagoa azul”, e foi exatamente assim que me senti, como num filme! Eu não cansava de olhar aquela paisagem, jamais esquecerei daquele azul. Por volta das 13 foi servido o almoço, um buffet de comida simples (arroz, saladas, frutas e parrillada), porém muito saborosa e bem servida.

Tivemos mais algum tempo para ficar na ilha e após as 14 voltamos a Baiahybe em um catamarã. A volta levou uma hora e meia mais ou menos, e eu achei que seria chato, mas foi uma delícia. Havia bebidas e dançarinas lá e foi uma festa. Muito divertido. Voltamos ao hotel no ônibus (novamente dormindo, pois já era fim de tarde e todos estavam exaustos).

Passeio inesquecível, vale a pena demais! Mas atenção ao tipo do passeio, pegue o que passa em La Romana e vá de lancha rápida e volte de catamarã. Algumas pessoas dizem que não vale a pena porque é cansativo, mas geralmente fazem ida e volta de catamarã, daí demora muito.

Ah, e outra coisa, não indico o passeio para crianças pequenas…

No mais, reserve um dia para este passeio and enjoy! Você vai se encantar com tamanha beleza da nossa natureza!

image

image

image

image

Quer ter uma vida mais saudável e um corpo mais bacana? Acesse nosso outro site! Um time de peso de fisioterapeutas, nutricionistas, personal trainers e chefs de cozinha funcional gerando muito conteúdo todo dia! Ah, lá também tem meu antes e depois (perdi 18 kg!) Passa lá >>> Vix Saudável

Anúncios

5 opiniões sobre “Punta Cana – parte 3: La Romana e Isla Saona

  1. Vou no início de maio para o Barcelo Bavaro, Punta Cana, gostaria de saber se dá pra reservar o restaurante no dia que você vai usar ou se devo agendar todos logo na chegada? Vou passar 6 noites.
    Que chato essa restrição de 5 restaurantes quando lá tem mais que isso, lhe disseram para essa restrição?
    Desde já obrigada.

    • Oi, Adeline! Vc até pode reservar no mesmo dia, mas corre o risco de não achar vagas. Eu indico vc reservar antes e se precisar depois vc tenta mudar.
      Pois é, quanto a restrição também achei chato, afinal não é barato. Mas não me disseram o porquê. Bjs Adeline!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s