#Eurotripdosni – 15 dias em Londres, Amsterdã e Paris =) – dia 1

A partir de hoje vou começar um relato detalhado diário das minhas férias na Europa. Ele será feito na primeira pessoa como se estivesse acontecendo agora, uma viagem na minha viagem. Além de um relato para eu lembrar direitinho tudo de maravilhoso e nunca mais esquecer, também chamarei a atenção para o que planejei de roteiro e o que foi feito realmente, comparação de custos planejados e realizados e dicas que foram muito boas ou nem tanto. Bom, let’s go, primeiro destino, a terra da rainha!!!

LONDRES

DIA 1

E a minha viagem de férias e nossa viagem de Ni de 5 anos finalmente chegou (aniversário de casamento). Andei mega ansiosa com ela, inclusive insone por alguns dias (é minha especialidade ficar insone ansiosa) e hoje é finalmente o dia de partir para terras europeias as quais nunca exploramos. Íamos pedir um taxi, mas nenhum ponto atende o telefone, nem o waytaxi, e quando finalmente um taxista atendeu, não quis agendar uma corrida para 20 minutos depois. Affe. O jeito foi ligar pro Sequim (meu cunhado) e a emoção já começou logo na saída, perdi meu porta-dólar com metade do nosso dinheiro dentro de casa. Achei. Estava no porta malas do carro, fui guardar uma bolsa e larguei ele lá. Vamos de conexão contagem pela primeira vez. Ônibus novinho, viagem direta, wifi disponível, um terço do preço do taxi para duas pessoas. Excelente. O check-in já está pronto, então foi só despachar. Na sala de embarque comprei um livro para me distrair no vôo, marido tirando fotos com sua amada mala do hot wheels, já estragou minha mala de mão e o pau de selfie da Clarissa. Affe. Encontramos Monise e marido indo pra Portugal no mesmo vôo. Partiu. Viagem tranqüila, deu pra dormir. Até assisti Frozen. Quem me vê recebendo minha refeição sem glúten no avião até acha que eu vou fazer dieta nessa viagem, há. Escala em Lisboa, chegada em Paris. Já no aeroporto da pra sentir o “bom humor” francês. Arrumamos um transfer em conta, 15 euros por pessoa pra nos deixar na estação de trem. No caminho já a vimos, a linda torre Eiffel, também deu pra ver rapidinho La Concorde, Moulin Rouge, Sacre Couer. O motorista era um doidinho, passava com a van em cima do passeio. Chegando na estação ficamos um pouco perdidos, mas logo encontramos a alfândega londrina no segundo andar. Preenche papel, responde umas perguntas sobre o propósito da viagem, tempo em Londres etc, são 20:00. Tentamos ir no trem de 20:10, mas a pontualidade britânica é correta. Embarcamos no nosso horário de origem, 21:10. Como eu já tinha lido, atravessar o canal da mancha não tem a menor graça, é tudo escuro. 22:40 chegamos na estação de St Pancras, horário de Londres. Como é bonito, vamos tirar foto? (mal sabíamos o que estava por vir).

St Pancras

St Pancras

Resolvemos ir de metrô mesmo, Emma disse que o taxi daria umas 20 libras, mas depois vimos que daria muito mais… Faz frio. Fui comprar o Oyster Card com meu inglês enferrujado. Vendedora mal humorada. Ainda não deu pra entender o mapa do metrô de Londres. Tínhamos que pegar a district line até baker street e lá trocar pra circle line. Mas pegamos a circle line pro lado errado. Tivemos que voltar. Finalmente descemos em Bayswater e já era quase meia noite. Pedimos informação na rua sem saber que já estávamos quase do lado do endereço. Chegamos. Emma já tinha ido dormir e deixado as chaves na portaria. Que tipo de pessoa nem quer saber a cara de quem vai ficar na casa dela? Europeus são mesmo muito descolados. Não conseguimos conectar no wifi, conecta, mas não funciona. Ta rolando um desespero, quero avisar pra minha mãe que to viva, afinal faz 24 horas que saímos de casa. Deixamos o presente da Emma sobre a mesa com um bilhete, vamos dormir e resolvemos tudo amanhã. A casa é uma gracinha, como nas fotos, nosso quarto é confortável. No outro dia acordamos cedo, roteiro longo. Saímos pra comprar coisas no supermercado, afinal com a libra à 5 reais temos que economizar em algumas coisas. O combinado é tomar café e jantar em casa. Somente almoço/lanche na rua. Compramos um sim card pra ligar pra casa. 5 centavos o minuto pro Brasil, 2 libras o chip. Isso que é vida. Compramos pão, iogurte, granola, ovos, suco de laranja. Eu não sou fã de iogurte, mas na Europa tem uns ótimos feitos de puro leite sem conservantes, coisa rara em terras tupiniquins. Usei e abusei. Na volta pra tomar café, encontramos a Emma, uma simpatia, tava com o tornozelo torcido, disse que pisou numa toca de coelho. Sei lá se foi numa de verdade. Saímos e antes de pegar o metrô, paramos para comprar um pau de selfie novo pra Kita lá na rua da Emma. 13 libras, acho justo. Tradicional foto com a cabine telefônica e partiu desbravar Londres.

Clichê londrino =)

Clichê londrino =)

“Mind the gap between the train and the platform” diz a voz da moça do metrô. Descemos em frente ao Big Ben. Como é lindo. Faz frio, mas o céu está azul. E lá estão parlamento, Big Ben, rio Tâmisa e London Eye. É muita vista de cartão postal junta. Primeira foto na gopro, ficou massa. Que emoção, estamos em Londres!!! A tradicional foto com o ônibus vermelho passando.

Big Ben, chegamos!

Big Ben, chegamos!

Chegamos na Abadia de Westminster, uma igreja linda em estilo gótico que começou a ser construída em 1060. Uau! Não é mesmo incrível que existam igrejas com quase o dobro da idade do Brasil?! 18 libras para entrar, quem converte não se diverte, já diria o ditado. Que ótimo! Temos audioguias! One in english and one in portuguese, please. Isaac Newton está enterrado aqui, assim como todos os reis e rainhas da Inglaterra. Lindos túmulos, quase um milênio de história. Aqui também se casaram Kate Middleton e o príncipe Williams e é aqui que os reis são coroados. Mas a cadeira da coroação fica na Escócia e só vem pra cá quando é necessário.

Abadia de Westminster

Abadia de Westminster

Uau, os jardins também são lindos! Parecem aqueles jardins de universidade americana nos filmes.

Jardins de Westminster

Jardins de Westminster

Agora partiu London Eye. Antes, uma paradinha para a foto com o Churchil. Como tem turista nessa cidade! Tentamos comprar o passe rápido, mas era mais caro que o comum. Vamos pra fila que vou comprar o normal mesmo, vou tentar comprar o ingresso conjunto de London Eye + Madame Tussaud. Fila longa, porém rápida. Impressionante como tudo funciona bem aqui. Agora fila pra entrar na London Eye, também grande e também rápida. Até que os Londrinos são bem humorados, fui toda pimpona entrar na London Eye rindo e o segurança me parou dizendo em voz grossa “it’s not allowed… enter smiling! =D” e deu um belo sorriso haha, gostei dele. Cada cabine cabem umas 20 pessoas. A roda não para para você entrar. Enquanto a cabine passa, as pessoas descem, duas pessoas limpam rapidamente e verificam se não tem nada debaixo dos bancos com um espelhinho (vai que algum terrorista entrou aqui ne..) e a próxima turma sobe. Meia hora para dar uma volta completa, tem até banquinho pra sentar. Que linda vista! Dá pra ver Londres quase completa!

Vista da London Eye

Vista da London Eye

Que fome! Hora de comer o tradicional fish and chips. Engraçado não ter garçom aqui, você compra sua comida, pega e vai pra mesa. Peixe e batata gordurosos, não achei graça. Se bem que eu já não esperava muito mesmo desta “comida típica”. Mas aqui na Europa quero experimentar tudo! Já são umas 15 horas. Bora para a Trafalgar Square… Pegamos o metrô em westmisnter com direção a Trafalgar Square. Ainda bem que comprei esse chip, o gps salva a brasileira perdida.. hehe.. Praça bacana, aqui aconteceu a batalha de Trafalgar nas guerras napoleônicas e a Inglaterra venceu. Vários monumentos em bronze em homenagem aos guerreiros que morreram defendendo o país. Aliás, a Inglaterra te faz lembrar das guerras e do quanto eles resistiram e tiveram bravos guerreiros o tempo todo, muito legal. Leões gigantes de bronze, quero subir neles! Marido, me ajuda? Faz pezinho, empurra bunda, ufa, subi.

Trafalgar square

Trafalgar square

Desistimos da National Gallery. Vamos procurar uma apple store pra ver se o problema é do meu telefone. Ali tem um guarda! “Excuse me, is there an apple store around?” “Yes, just there at Regent st. But why apple?!” Europeu tem uma implicância com tudo que vem dos EUA, já sacamos… Tem uma na Regent street. Ah, vamos aproveitar e fazer Oxford e Regent street de uma vez então? Piccadilly circus, Regent street, caraca, a loja da Apple é gigante e num prédio bem antigo. Lojas de marca, coisas lindas, tudo em libra, ta fora do orçamento… rs… Primark, a C&A de Londres! Nossa, é muito melhor que a C&A, se garimpar acha coisas bem baratinhas mesmo. Comprei lindas meias de bichinho por 3 libras. Foi bom entrar aqui pra fugir do frio, ta uma friaca do cão lá fora. Hamley, uma loja de brinquedos de 5 andares, gente, que brinquedos legais!!! Mini drones, coisas que voam, família real construída em lego, cheio de brinquedo diferente! Mas ne, libras, então só olhar mesmo hehe

Sua majestade, mas de lego =)

Sua majestade, mas de lego =)

Queremos ver o musical do fantasma da ópera, passa ali no Her Majesty’s theatre. Comprando na hora conseguimos um preço muito bom para a sessão matinê das 14 horas do dia seguinte, 52 libras no primeiro “andar” no fundo. Melhor que o esperado. Nossos pés latejam de tanto andar, ainda queremos ir ao Covent Garden comer no famoso shake shack. Vamos pegar um taxi? Acho chique andar de black cab. Meu Deus, o taxímetro não para de rodar, me parecia tão perto. 8 libras, nosso pai, dá pra andar de taxi aqui não. Vamos pedir só um shake shack com batatas? Vai que é grande. 8 libras. Não, não é grande. Gostoso. Mas ok. Superestimado na minha opinião. Ta começando a escurecer e a ficar mais frio, também, já são quase 21.

Hummmmmm

Hummmmmm

Vamos embora, já passou da hora. Vamos para a estação covent Garden. Fechada. Só funciona durante o dia. Meu Deus, não aguento mais andar!!!

ROTEIRO PLANEJADO

Parlamento/Big Ben + Abadia Westminster + London eye + Trafalgar square + National gallery + Covent Garden Market

ROTEIRO REAL

Parlamento/Big Ben + Abadia Westminster + London eye + Trafalgar square + National galleryRegent st + Oxford st + Covent Garden Market

DICAS DE OURO

– Compre um chip, o preço super compensa e ter GPS em lugar que você não conhece é ótimo (não peça o moço da loja pra colocar o crédito pra você, eles cobram duas libras);

– Como já está escrito em todo blog de viagem pra Londres, compre o Oyster card, é prático e o preço compensa também, a gente usa MUITO metrô em Londres.

Anúncios

6 opiniões sobre “#Eurotripdosni – 15 dias em Londres, Amsterdã e Paris =) – dia 1

  1. Nossa! ADOREI o blog e a o 1º dia da viagem a Londres. Vou acompanhar seus posts com certeza.
    Estou planejando uma viagem para Londres e Paris e quero dicas… 😉
    Quem é EMMA? Como foi alugar um lugar aí? Apartamento ou apenas um quarto?
    Imigração? São chatos?
    Obrigada por compartilhar da sua experiência.

    • Oi, Michele! Obrigada pela visita. Então, tenho várias dicas. As imperdíveis to colocando no final de cada dia e vou fazer um post também só sobre a organização da viagem e tals. Você ta pretendendo ir quando e ficar por quanto tempo? Olha, fiquei 5 dias em Londres e foi apertado, em Paris fiquei 6 e achei ótimo. Então acho que o ideal seria no mínimo 6 dias em cada. Emma é a moça que fiquei na casa dela, aluguei um quarto. O ap fica em Bayswater e eu super recomendo, ela é ótima. Em Londres optei por alugar só um quarto pq hospedagem lá é caríssima. Fiz tudo pelo airbnb, conhece?
      Imigração faz umas perguntas de prache, quanto tempo vc vai ficar, pq ta indo pra lá, onde vai ficar hospedada, essas coisas.. nada de mais. Mas eu não entrei pelo aero, entrei pela estação de trem saindo de Paris. Mas creio que seja a mesma coisa. No final de semana vou publicar o dia 2. Bjs

      • Oi Maisa, obrigada por responder.
        Pretendo ir ano que vem, setembro ou outubro, ainda não tenho certeza… pretendo ficar 6 dias em Londres e só 4 em Paris… mas estou pensando ainda tentando organizar.
        O airbnb eu realmente não conhecia e acessei o site depois que li sua sugestão lá no Instagran, mas tenho muitas dúvidas quanto ao pagamento nestes sites. Como é feito a reserva e pagamento? Existe pagamento caução? Em alguns sites estes pagamentos são caríssimos em dinheiro ou bloqueio em cartão de crédito.
        kkkkk… estou praticamente fazendo consultoria com você.
        Além das minhas dúvidas, estou realmente adorando seus posts, dá para viajar junto contigo apenas lendo. Parabéns mais uma vez.
        Vou continuar acompanhando.
        Beijo.

      • Ei, Michele! Sem problemas, pode perguntar 🙂 então, o airbnb vc paga no cartão de crédito na hora q faz a reserva, então só da pra fazer quando tiver tudo certinho mesmo é a grana (converte tudo pra dólar no cartão). Eu particularmente gostei muito Pq tem muita opção, muita avaliação e preços bons.
        Sobre a quantidade de dias, se forem 4 dias inteiros em Paris, sem nenhum trajeto, fica apertado pra caramba, mas até da. Com trajetos eu diria q eh suicídio viu rs pensa direitinho. Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s