#Eurotripdosni – Paris, Je t’aime – dia 11

Tá, eu sei que faz muito tempo e que você quase esqueceram da minha viagem pra Paris, afinal já tem mais de um ano. Muita coisa aconteceu e fiquei sem tempo e vontade de escrever, MAS esta semana me deu uma saudade imensa de Paris. Então lembrei que não terminei de contar da minha viagem incrível, e resolvi voltar =)

Hoje é dia de ir a Versailles! Saímos cedinho para aproveitar o dia, o tempo segue feio, porém sem chuva. Oremos!

Pegamos o metrô RER – linha C e descemos na estação Versailles-Rives Gauche-Château. Bem fácil chegar, mas precisa comprar o bilhete específico para Versailles que é um pouco mais caro (não é esse bilhete normal que a gente usa).

O palácio fica bem próximo a estação. Chegamos! E pela entrada já dá pra ver o quanto isso aqui é magnífico e transborda riqueza! O povo francês teve razão na revolução, eles morrendo de fome e um palácio desses?!

dscn2702

A fila está gigantesca, é claro! Li na internet que era melhor fazer primeiro os jardins, a tarde o Castelo Trianon e o Domínio de Marie Antoinette e por último o interior do castelo, após as 15:30, porque fica mais vazio.

Vamos então para os jardins. Paga separado, 8 euros. E meu Deus, que coisa linda! Eu to apaixonada por este lugar! Como assim Luiz XIV tinha todo esse jardim pra ele?! Tem até pé de limão siciliano!

Ih, lá vem a dona chuva de novo, não nos deixa em paz! Ainda bem que são só uns chuviscos!

Vamos andando, descemos primeiro próximo ao Grand Canal, esse lago enorme. Uma curiosidade sobre ele:

Grand Canal, um enorme canal artificial que mede 1,6 km de comprimento e 62 metros de largura e é cortado por outro canal de 1 km de de comprimento, formando uma cruz. Esse canal foi criado para os passeios de barco da monarquia. Luis XIV gostava de dar luxuosas festas em barcos no canal. Seguimos logo para ver os dois Palácios do Trianon.

img_9420

Grand Canal ao fundo

Gente, esse jardim é enorme! Chegamos ao final de onde a gente pode ir, quase no fim do Grand Canal. Tô com fome, quero um panini, um desses sanduíches deliciosos franceses. Agora precisamos saber por onde vamos para o Trianon e Domínio de Marie Antoinette.

Jura que vamos ter que andar esse jardim de volta de novo? Então vamos. Chegando na portaria: “guarda, onde temos que ir para chegar ao Trianon e Domínio de Marie Antoinette?” Ele disse que temos que sair do castelo, descer e a rua e virar a segunda a esquerda.

Deus, olha o tamanho dessa rua! Andamos, andamos, avistamos um lugar bonito. Não é o trianon, é só um hotel de gente MUITO RICA. Seguimos andando. Finalmente o domínio de Marie Antoinette! Mas como a gente é burro!!! Dava pra ter vindo direto pelos jardins, não precisávamos ter andado isso tudo! Mas ok, estamos em Paris! rs

O Domínio de Marie Antoinette foi dado a ela de presente por seu marido, Luiz XVI (filho de Luiz XV). Ela achava o castelo principal muito extravagante e queria viver uma vida no campo. Então seu lar parece um mini vilarejo, bem mais simples quando comparado aos outros castelos (mas ainda muito chique, é claro!)

Vez do Grand Trianon. Ele é lindo, todo construído em mármore rosa!

 

img_9444

Não podemos nos demorar muito, já ta quase na hora de entrar no castelo e temos (mais uma!) caminhada até lá!

Oi, chuva. Lá vem você de novo ne, e dessa vez com força, eu não tava com saudades! Sorte a nossa que temos o Museum Pass e não precisamos pegar a fila. Putz, não precisamos pegar a fila pra comprar, mas pra entrar no tem fura filas, olha quanta gente! Ta dando umas 4 voltas!

Finalmente entramos! E eu to chocada com o luxo disso aqui! Entrar no salão dos espelhos é sentir toda a ostentação da monarquia francesa do século 17!

dscn2839

Uma das características da galeria, são os 17 arcos revestidos com espelho que refletem as 17 janelas em arco viradas para o jardim. Cada arco contém 21 espelhos, num total de 357, utilizados para decorar a galeria.

Versailles é maravilhoso, programa “tem que ir” de quem vem a Paris. Mas vamos marido! Temos que andar rápido pois hoje ainda tem pub crawling e já são quase 17 horas!

Eita, horário de pico nos metrôs. Ta lotado! Por um breve momento me lembrei do Brasil haha “não cabe a gente amor” “cabe sim!” me joguei dentro do metrô lotado, sim eu fiz isso em Paris, sim, teve que caber a gente hahaha

Vamos nos arrumar correndo, o ponto de encontro do pub crawling é na bastilha as 19 horas! Ainda bem que compramos os ingressos ontem, eu to morta, mas já marcamos, então vamos.

Chegamos, pouca gente ne? A maioria viajante sozinhos. Nós somos muito animados haha e na chuva ainda! E a nossa surpresa? Um dos guias e um dos viajantes são portugueses!

Um indiano que mora em Londres, dois portugueses, um sul africano e duas coreanas. Essa foi nossa gangue da noite por 3 pubs onde ganhamos um shot em cada um finalizando numa boate. Amor, já são 2 da manhã, vamos embora, agora eu to morta! haha

2 da manhã, metrô funcionando normalmente, e seguros, chegamos em casa. Invejo essa segurança europeia, quem dera na nossa casa fosse assim. Partiu dormir que amanhã tem mais! E é o mais esperado, a torre! ❤

ROTEIRO PLANEJADO

Versailles

ROTEIRO REAL

Versailles + pub crawling

DICAS DE OURO

  • Esse papo que após as 15:30 o castelo está mais vazio é balela, estava lotado do mesmo jeito. Portanto, faça o roteiro por ordem das atrações: Palácio, Jardins, Trianon e Domínio de Maria Antonieta
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s