#EUROTRIPDOSNI – 15 DIAS EM LONDRES, AMSTERDÃ E PARIS =) – DIA 4

E segue o frio. Hoje vamos a torre de Londres, uma das atrações mais esperadas além do Harry Potter. A estação de metrô é a Tower Hill. Ameaça chover, vamos pedir pra são longuinho não deixar chover e a gente dá três pulinhos haha. São umas 9:30, atravessamos uma espécie de túnel e demos de cara com ela, a torre, que parece um castelo medieval, é lindo.

London Tower

London Tower

Essa é uma das atrações mais caras de Londres (24,5 libras) e por isso tem gente que só passa pelo lado de fora e vai embora. Mas li que é imperdível, então nós vamos entrar. Qual a lógica de economizar em conhecer a história do lugar? Prefiro economizar em hospedagem, por exemplo. Amor, vamos esperar aqui na entrada, tem tour guiado com os guardas de meia em meia hora, se não me engano. Ish, em inglês modo rápido, não dá pra ouvir e traduzir ao mesmo tempo. Vou ouvir só um pouco e a gente pega o áudio guia. 4 libras. Taí uma coisa que toda atração turística histórica deveria ter é áudio guia, SEMPRE vale a pena.

Aqui Thomas More foi preso e morto por não querer abençoar o casamento de Henrique VIII com Ana Bolena porque ele já era casado, lembra do filme “a outra”? Acho que era esse o nome. Do nosso lado direito os aposentos dos reis, olha, já dá pra ver a Tower Bridge daqui. Que linda.

Tower bridge (não confunda com London bridge que é outra e não tem a menor graça rs)

Tower bridge (não confunda com London bridge que é outra e não tem a menor graça rs)

Vamos descer. Um lago cheio de moedas, as pessoas não podem ver um lago que já fazem seus pedidos ne? Que nem as grades com os cadeados. Vamos jogar uma moeda também, mas uma pequenininha que a libra ta muito cara hahahaha. Do lado de cá tem a torre sangrenta, ah, aquela história dos meninos. Que bizarro, o próprio tio sumiu com eles para pegar o trono e eles nunca mais foram vistos, muitos anos depois foi encontrada uma caixa com restos mortais de duas crianças. Devia ser legal ser rei não, tem sempre alguém querendo cortar sua cabeça. Vamos pra outra entrada. O lugar da tortura dos prisioneiros. Ana Bolena foi presa aqui. Ainda conserva o entalhe em pedra de um prisioneiro que ficou aqui por 10 anos até a sua morte. Lugar de clima pesado.

Parede de pedra escrita pelo prisioneiro

Parede de pedra escrita pelo prisioneiro

Transcrição do texto da pedra

Transcrição do texto da pedra

Agora do outro lado, onde tem o guardinha. É de mentira, de cera, ta muito quietinho pra ser de verdade. Olha! Gente! Ele mexeu! Jurava que ele não tava respirando!

Tradicional cabeça de coton.. ops, guarda real hehe

Tradicional cabeça de coton.. ops, guarda real hehe

Aqui é a exposição das joias da coroa. Quanta riqueza, quanto ouro, quantos diamantes! Mas da joias originais só sobrou a colher. O resto se perdeu quando a monarquia foi deposta por Oliver Cromwell. Tinha uma plaquinha com esse nome lá em Westminster lembra amor? É o doidinho que desenterraram só pra decapitar. Ui! Uma pessoa guardou a colher e quando a monarquia voltou, vendeu de volta pra realeza.

Agora ta falando sobre aqueles guardas que fazem o tour. Olha, que bacana! Eles moram aqui com suas famílias. E precisam ter 22 anos de serviço prestado a Inglaterra. Que legal, só cara foda. Olha, vem um ali, tira foto com ele!

Guarda da Torre de Londres

Guarda da Torre de Londres

Agora vamos ver essa torre aqui. É a torre branca, a entrada é alta para que se houvesse uma invasão, eles destruiriam as escadas e dificultariam o acesso dos atacantes. Uma pessoa conseguiu fugir uma vez, um padre creio, desceu por lençóis amarrados e seus amigos o esperavam de barco aqui embaixo.

Torre branca

Torre branca, primeira construção da Torre de Londres

Aqui tem toda a parte de armaduras e armas. Olha só como as armaduras são trabalhadas, essa aqui é inspirada em Alexandre o grande.

IMG_8556

Detalhes inspirados em Alexandre o Grande

Tem 8 corvos aqui. Diz a lenda que quando os corvos deixassem a torre de Londres, um grande mal cairia sobre a Inglaterra. Então são mantidos 6 mais 2 de reserva. Segundo eles, eles não são supersticiosos. Vou comprar um livro sobre a torre pro meu irmão, ele gosta de história, vai curtir. E esse aqui com todos os reis e rainhas pra mim, afinal, nunca soube a ordem dos presidentes do Brasil, quanto menos dos reis com nomes iguais mudando só os números. Gente, por que não variar ne? Coisa difícil.

São quase 13! O tempo voou aqui dentro desses mil anos de história. Que lugar incrível, me lembrarei pra sempre. Vamos atravessar a tower bridge e passar ali pela prefeitura e tentar achar o Borough Market, li no tripadvisor que é mara.

"O ovo", como a prefeitura é conhecida

“O ovo”, como a prefeitura é conhecida

Achamos. Até que não é longe! Uau, ta lotada! Váááárias barraquinhas de comida, que ótimo, to morrendo de fome. Difícil vai ser escolher o que comer. Sanduíche, yakisoba, bolos, doces, que delícia. Marido, pode pegar seu chopp primeiro que vou pensar. Vamos meiar aquele sanduba que vimos na entrada? Tava com a cara muito boa. Hum, delícia, uma espécie de pão de hambúrguer especial, carne de porco, umas sementinhas que parecem de erva doce, mas não são, são uma delícia, dão um croc croc no sanduba. Tem também um verdinho escuro que não sei o que é, mas é gostoso também. Parece rúcula, mas só na cor, não no sabor (porque rúcula é horrível ne, vamos combinar rs). Vamos andar mais. Tudo tem amostra pra você provar! Dá pra almoçar aqui sem comprar nada… rs… várias opções para veganos, Carla ia adorar isso aqui. Coisas detox também, que legal. Vou tomar um suco, tem uma barraquinha só de suco! Laranja com cramberries extremamente gelado. Que delícia.

Barraquinha de sucos com crorofila no Borough Market

Barraquinha de sucos orgânicos com crorofila no Borough Market

Ainda são 15:30, vamos na St Paul ou no Madame Tussaud? Ainda falta tempo para a missa das 17 na St Paul ne, acho melhor irmos ao Madame Tussaud. “Amor, cadê os ingressos?” “só to com esses aqui” “mas esses são da London eye. Estranho, deixa eu ver”. Ish, a moça disse que tinha que estar escrito madame tussaud. Acho que imprimiram errado, deram 4 ingressos da London eye pra gente em vez de dois de cada. Affe, vamos ter que voltar lá na London eye. Pega a fila de novo. “Hi, could you help me? I bought the two experience ticket, but I don’t have the madame tussaud tickets”. Amor, o moço olhou aqui, disse que não dá pra imprimir errado, que é impossível e que esses aqui são mesmo os que a gente utilizou na roda gigante. Acho que você perdeu. Droga. O ingresso mais caro, 30 libras, puta que o pariu. Vamos embora. Não, ta cedo ainda. Vamos pra igreja salvar esse restinho de dia.

St Paul Cathedral

St Paul’s Cathedral

Teto da catedral, maravilhoso

Teto da catedral, maravilhoso

St Paul’s cathedral foi onde a lady Di casou. Que igreja linda. Já são 17:20, vamos entrar que logo eles fecham a porta. NOS-SA, olha a altura desse pé direito e como é lindo o teto. Amor, não pode tirar foto aqui, tenta tirar pra mim discretamente? AMOR, DISCRETAMENTE, ai Jesus a gente vai tomar um xingo no meio da missa em Londres, que mico. Ufa, a moça não viu. Me dá aqui esse telefone que vou guardar.  Vamos assistir o restinho da missa, ta bonita. Até peguei o panfleto.

Curti, vamos dar uma volta por aqui. Voltar de ônibus amor? Ta, eles são lindos, mas não sei qual temos que pegar! Haha, vamos tentar descobrir ali no ponto. Olha, que coisa estranha, um monte de adolescente em uma espécie de bicicleta gigante com bebidas. Coisas estranhas acontecem por aqui. Agora uma limusine rosa.

Adolescentes cantando, bebendo e pedalando uma "bicicleta-carro" gigante o.O

Adolescentes cantando, bebendo e pedalando uma “bicicleta-carro” gigante o.O

Ah, não, muito complexo descobrir o ônibus, vai que a gente se perde. Vamos de metrô mesmo. Vou comprar uma água, aproveita e pega sua cerveja. Que cara é essa amor? Cerveja ruim? Você achando cerveja ruim? É uma Guiness! “Hi, could we change these beer? He didn’t like it” trocamos a cerveja, ficamos com a que tava aberta (que vai pro lixo) e ainda teve troco. Isso é Londres. Eu não acredito que você me fez trocar uma cerveja em Londres, ai ai amor, só você haha. Vamos embora que amanhã é o último dia e ainda temos que arrumar as malas e ver como vamos pro aeroporto.

ROTEIRO PLANEJADO

London Bridge + Tower Bridge + City hall (o “ovo”) + the shard + torre de londres + Catedral de St. Paul + Millenium Bridge + Borough Market

ROTEIRO REAL

London Bridge + Tower Bridge + City hall (o “ovo”) + the shard + torre de londres + Catedral de St. Paul + Millenium Bridge + Borough Market

DICAS DE OURO

  • Vá pra torre na parte da manhã e deixe pra comer no Borough Market, acho que se eu soubesse como era tinha ido lá todos os dias hahaha! Abre quinta, sexta e sábado, faça o seu roteiro bater com esses dias;
  • A entrada na catedral de St Paul não é grátis, mas se você chegar na hora da missa das 17 ou pouco depois você consegue entrar e conhecer a linda catedral sem pagar nada.
Anúncios

#EUROTRIPDOSNI – 15 DIAS EM LONDRES, AMSTERDÃ E PARIS =) – DIA 3

Hoje eu to animada nível 1000, porque hoje é dia de Harry Potteeeeeeeeeeeeerrrrrrr ebaaaaaa!!! =D

Caraca, ô lugar pra fazer frio, ta uns 5 graus lá fora. Ainda bem que o aquecedor da Emma é super mega power. Vou com o casaco mais quentinho e tênis porque, só pra variar, vamos andar muito. Tradicional café da manhã e vamos pro Hyde Park. Antes uma paradinha na farmácia pra comprar um relaxante muscular pro marido que ta com os joelhos latejando (um problema de DNA hehe entendedores entenderão). Vamos a pé? Parece perto. Acho que estamos perdidos. Melhor pegarmos o metrô. Descemos em Lancaster gate. Nossa, que lugar lindo, muitas flores, árvores, caraca, que frio do cão! Marido já ta com a sua tradicional cara de frio kkkkkk (único jeito de ver ele de cara feia numa viagem dessas hahaha).

Hyde park na primavera, lindo lindo

Hyde park na primavera, lindo lindo

Marido feliz com o frio #sqn

Marido feliz com o frio #sqn

Esquilos, de novo! Que liiiiindos! Vou pegar um pedacinho de maçã aqui do chão. Ele veio comer na minha mão, que fofooooo. Poxa marido, não tirou foto? Tirou, ficou ruim, mas pelo menos tirou.

DSCN1746

O Tico, que fofo!

Um lago enorme, to apaixonada por esse parque. Por que no Brasil não temos parques e praças lindos assim? O Kensington Garden fica aqui do lado, vamos até lá. O que é este monumento? Me parece de alguém importante (já no Brasil descobrimos que era o memorial Albert, feito pela rainha Vitória em homenagem ao seu marido príncipe Albert que morreu em 1861).

Albert Memorial

Albert Memorial

Notting Hill fica do outro lado. Incrível como mulher não sabe ler mapa, se não fosse marido eu não ia chegar lá. Chegamos em mais um lago LOTADO de patos e cisnes. É engraçado como tem pato e cisne por aqui, inclusive no rio Tâmisa lá de bobeira. Creio que seja um indicativo da qualidade da água ne, me parece bom. =)

Andamos mais, no caminho pra Notting Hill lojinhas fofas. “Amor, acho que você devia comprar uma camiseta de Londres pra malhar, olha, 5 libras. Tem a bolsa dos soldados também por 5.” (nessa altura do campeonato 5 me parecia bem barato, esquecemos que cada libra vale 5 reais kkkk). Compramos. Delícia, adoro souvenirs.

Notting Hill, ai que chique, to me sentindo a Julia Roberts, a cara da riqueza! hahahah

Um lugar chamado Notting Hill

Um lugar chamado Notting Hill

DSCN1760

Um lugar chamado Notting Hill

Aqui tem uma feirinha de antiguidades, a do filme, chama Portobello Market. Hoje é sexta, mandei um imessage pra Emma e ela disse que estaria funcionando. Está mesmo, quero almoçar aqui, comidinha de rua (ou seja, pizza hahaha). Queria talheres antigos de prata, tão lindos. Mas ne, fora do orçamento rs.

Portobello

Portobello

Já passa das 13, acho melhor irmos andando, nosso horário do Harry Potter é as 16:30 e fica um pouco longe. Metrô até a estação de Euston e de lá para Watford Junction, zona 9 de Londres. Pegamos o trem em Euston, é um trem de distâncias maiores então tem mesa e tals. Li na net que era 20 minutos até Watford Junction, só tem 10 minutos de viagem. “Marido, vou ao banheiro” “Ok, vou ficar vendo o mapa aqui”. Calmamente fazendo o meu xixi e diz a vozinha dos trens “next station, Watford junction”. O que?! Mas não eram 20 minutos de viagem?! O banheiro ta a dois vagões de distância e todo mundo já se acumula nos corredores. Meu Deus, vou descer, espero que marido tenha prestado atenção e descido também. Corro pro meu vagão pelo lado de fora e lá está ele lendo o mapa. Assobio de localização desesperado (nós temos um assobio pra gente se achar nos lugares), ele me procura dentro do trem. Marido! Aqui fora! Corre! Sai ele catando bolsa, água, mapa. “Você é louca?! E se esse trem vai embora comigo dentro e você fica aqui?!” hahahahhahaha ai ai, aventuras londrinas, essa foi só a primeira. Saindo da estação e já avistamos o ônibus do Harry Potter. Ai, que emoção!

O ônibus

O ônibus

Tem bastante gente no ponto. Estamos adiantados, ainda são 15 horas. Será que podemos entrar mais cedo? E a passagem pro ônibus? Li que custa 2 libras ida e volta, vou ali perguntar se compra na estação e já volto. Não, compra no ônibus mesmo. Entrando já ouço a musiquinha de HP. Aiiiiiiiii, 15 minutos e chegamos, The making of Harry Potter.

The making of Harry Potter  - Warner Bros Studios

The making of Harry Potter – Warner Bros Studios

ATENÇÃO, ESSA PARTE DO POST NÃO É RECOMENDADA PARA QUEM NÃO É FÃ DO HARRY POTTER HAHAHHA

Vamos na loja primeiro, já que estamos com tempo. MEU DEUS DO CÉU, EU VOU FICAR LOUCA, PRECISO DE LIBRAS. Tem de tudo aqui, camisetas, uniforme de Hogwarts, varinhas, chapéu seletor, feijõezinhos de todos os sabores, posters, vassouras, chaveiros, até o xadrez de bruxo de pedra tem! Tem de TUDO que tem no filme.

A varinha das varinhas

A varinha das varinhas

Queria comprar uma camisa do Sirius pro meu irmão, mas não tinha o tamanho dele. Deu azar. Amor, a gente precisa levar pelo menos um chaveiro e um ímã de geladeira. Chaveiro do símbolo da Grifinória, ímã do Dobby. Um livro pro meu irmãozinho. Vamos entrar =D

Já na entrada tem o quarto debaixo da escada. Filme de apresentação e o telão ta levantando. Gente! É a entrada de Hogwarts. O salão de refeições! (que é muito menor que parece nos filmes).

Salão de refeições de Hogwarts

Salão de refeições de Hogwarts

Sala comunal da grifinória, sala de poções do Snape, escritório do Dumbledore, casa dos Weasley, entrada do cofre de Gringotes, entrada da câmara secreta. Caracaaaaaa, tem tudo aqui! E o mais incrível, a maioria das coisas se mexe mecanicamente! A entrada da câmara secreta abre DE VERDADE. Tô muito empolgada nesse momento hahah.

Entrada da câmara secreta

Entrada da câmara secreta

Tem também o túmulo do pai do Voldemort, o ministério da magia, sala da Umbridge, toda a parte de fantasias do filme. Muito, muito legal mesmo.

Ministério da magia

Ministério da magia

Túmulo do pai de Voldemort

Túmulo do pai de Voldemort

Pra quem gosta de HP, é definitivamente imperdível. E quando eu acho que acabou, dou de cara com a plataforma 9 ¾ e com o expresso de Hogwarts, inclusive podemos entrar nele!

Plataforma 9 3/4

Plataforma 9 3/4

Expresso de Hogwarts

Expresso de Hogwarts

E não, ainda não acabou, tem toda a parte de papelaria do filme e a maquete do castelo usada nos filmes! Fotos, muitas fotos, minha bateria ta indo pro ralo!

Maquete de Hogwarts

Maquete de Hogwarts

Não, não acabou ainda. Tem o beco diagonal, o nôitibus, a casa do tio do Harry, o carro dos Weasley e a moto do Hagrid! Amor, vamos tirar uma foto na ponte! Ish, acabou a bateria da máquina. Celular! Ai Jesus Cristo, 5%, vamos no carro e na moto, rápido, velocidade 5. “Could you take a Picture for us? Please, hurry, my battery is low!”

IMG_8411

Privet Drive nº 4

Moto do Hagrid

Moto do Hagrid

UFA, conseguimos as últimas fotos. Que lugar incrível! Vamos embora, coitado do marido, ta que não se aguenta com esses joelhos. Ish, meu bilhete não quer passar na catraca do trem, o que está havendo? Ah, saímos das zonas 1 e 2, temos que pagar uma diferença de 4 libras cada. Nossa, que cansaço absurdo. Vamos embora.

Oi, Emma! Fomos a um lugar muito incrível hoje e… “tivemos um problema, por algum acaso você entregou a reserva do airbnb pro porteiro?” “Não sei, não lembro, por que, algum problema?” “A síndica acaba de me mandar uma carta com o prazo de 3 semanas para sair do apartamento, segundo ela há uma prova que eu uso o airbnb” “mas eu não podia falar? Eu não sabia!” Ish, marido, rolou um estresse aqui. A Emma aluga o ap, o proprietário sabe que ela aluga o quarto, mas a síndica implica com ela. Eu deixei o papel com o porteiro e agora a síndica ta tentando expulsar ela do prédio. Choram as duas. Bom, vai ser resolvido. Deixa eu procurar as mensagens dela pra ver se ela me disse algo disso. Não, não disse. To mais tranquila agora, ela não avisou, então não foi culpa minha. Vamos jantar e vida que segue. Amanhã tem mais!

ROTEIRO PLANEJADO

Hyde park + Kensington Gardens + Notting Hill + Portobello Road Market (almoço aqui) + Harry Potter studios

ROTEIRO REAL

Roteiro planejado cumprido na íntegra! =)

DICAS DE OURO

  • Li que era legal comer em Portobello, mas na real não curti muito não. Talvez no final de semana tenha mais opção bacana de comida, mas na sexta não vale a pena. Melhor comer nas lanchonetes mesmo;
  • Harry Potter tem muitos fãs e a atração é sensacional. Se você gosta, compre com antecedência pelo site da Warner.

#EUROTRIPDOSNI – 15 DIAS EM LONDRES, AMSTERDÃ E PARIS =) – DIA 2

Hoje é dia de ver a troca da guarda. A ideia era sairmos cedo para chegar umas 9:30 e pegar um lugar bom. Mas a troca mesmo só começa as 11:30. Marido ta achando cedo. Vamos tomar café calmamente, o dia ontem foi cansativo. Acabamos saindo quase as 10. Deixa eu ver o roteiro, está na bolsa da Hermione (esse foi o apelido que minha bolsa ganhou, quem já viu ou leu Harry Potter sabe que a bolsa da Hermione cabe TUDO rsrs). Temos que descer na estação green park, caraca, ta muito frio. Que parque lindo, cheio de flores, esquilos!!! Que lindo! Tico e Teco hehe

Esquilo do Green Park

Esquilo do Green Park

Cavalaria passando, palácio, já sinto a presença da rainha. Já tem MUITA gente. Marido arrumou um lugar estratégico na praça em frente ao palácio. Me ajuda a subir marido? 11:30, começou a troca. É divertido, tem uma banda, soldadinhos com cabeça de cotonete preto marchando haha curti. “Keep far from the archhhhhhhh” (piada interna hehe)

Troca da guarda da rainha

Troca da guarda da rainha

Vamos procurar o St James Palace, antiga residência real. Ish, fomos para o lado errado. Achamos o parque St James, vamos passar aqui dentro, o palácio deve estar perto. Lago, árvores, flores, patos, cisnes, muita gente passeando, que parque lindo.

St James Park

St James Park

Hoje também é dia de ver o musical, ainda ta cedo, vamos almoçar no Jamie’s Italian. Restaurante muito bonito. Quero um fetuccine com camarões e molho picante pequeno (porque é claro que vou querer um epic brownie de sobremesa) e marido quer uma carne com legumes. 5 minutos depois e voilá. Atendimento mais rápido que já vi na vida. Comida deliciosa. “You deserve all that everybody says about you” eu disse eu maitre.

Jamie's Italian

Jamie’s Italian

Pasta com camarões e molho picante, delicioso

Pasta com camarões e molho picante, delicioso

Chegamos ao her majesty’s theatre, nosso lugar não é sensacional, mas é bom. Inglês enferrujado + inglês cantado = 50% de entendimento rsrs. O musical é lindo, as vozes são lindas, o cenário muito bem trabalhado, vários personagens. Uma hora e meia de espetáculo e as luzes se acendem. Que estranho, história meio sem final. Ninguém ta indo embora, coisa esquisita, o que está acontecendo? Saímos. Voltamos. Por que só nós estamos indo embora? Ah, sim, é só um intervalo. Vamos assistir o resto do espetáculo. Fiquei de tradutora simultânea pro marido, o guardinha me xingou, achou que eu tava conversando. Devia ter xingado a chinesa do meu lado que ficou abrindo pacote de salgadinho e fazendo barulho. Eu já disse que odeio chineses? Então, depois dessa viagem eu odeio. Pessoalzinho mal educado.

Her majesty's theatre

Her majesty’s theatre

17 horas. Ainda está claro. Vamos passear por aqui. Olha, a Leiscester square, está no nosso roteiro. A loja da MMs é GIGANTE, são 5 andares. Por que uma loja de chocolate seria tão grande? Porque eles vendem de TUDO. Compramos na promoção um short de dormir ótimo pro marido, tem aquele vermelhinho mal humorado vestido de guarda da rainha dizendo “I’m sweet only inside” haha, fofo.

Loja da MM's, adoro esse mal humorado! haha

Loja da MM’s, adoro esse mal humorado! haha

Vamos sentar aqui nesse solzinho. É muito interessante observar outras culturas, entramos em um pub só pra usar o banheiro. Pubs são legais, mas não curtimos a música, nem o cheio de cigarro. Achamos um Bubba Gump! Sabe o restautante que o Forest ia abrir com o seu amigo Bubba depois da guerra? Então, alguém teve a brilhante ideia de abrir um mesmo (um não, vários, tem em NY também). “Queremos ir ao bar” “ah, somos um restaurante, não podemos vender só bebidas” (londrinos são super corretos com essas coisas). Entramos mesmo assim sorrateiramente pra usar o banheiro. Run, Forest, run. Sentamos sorrateiramente (ok, nem tanto assim haha) no balcão. O restaurante é muito legal, todo temático do filme, os pratos parecem bons, mas vou deixar pra comer depois. Marido tomou uma cerveja.

Run, Forest, run!

Run, Forest, run!

Aproveitamos pra passar também no whole foods, gente, esse supermercado é SENSACIONAL! Quero morar nele, perdeu Verdemar! Hehe. Começou a escurecer. E lá se foi mais um dia incrível. Marido quer que eu faça coração de galinha de tira gosto. Emma vai adorar o cheiro na cozinha dela.. haha.. partiu casa descansar que amanhã tem mais!

ROTEIRO PLANEJADO

Palácio de Buckingham (troca de guarda) + St James Palace (antiga residência da realeza) + Piccadilly circus (Jamie Oliver’s Diner) + Oxford st (ir a loja Primark)/regent st (ir a Hamley, loja de brinquedos) + almoço no tibits, ao lado da loccitane + Leiscester square (loja da MMs) + Madame Tussaud + Baker street/sherlock holmes + Abbey road (beatles)

ROTEIRO REAL

Palácio de Buckingham (troca de guarda) + St James park Palace (antiga residência da realeza) + Piccadilly circus (Jamie Oliver’s Diner) + Oxford st (ir a loja Primark)/regent st (ir a Hamley, loja de brinquedos) + almoço no tibits, ao lado da loccitane + Leiscester square (loja da MMs + Bubba Gump) + Madame Tussaud + Baker street/sherlock holmes + Abbey road (beatles)

DICAS DE OURO

  • Veja o Fantasma da Ópera, é lindo e super vale a pena. Até marido que não sabe inglês gostou e conseguiu entender um pouco. Compre a sessão da tarde e negocie no próprio teatro, dá pra conseguir preços ótimos.

#Eurotripdosni – 15 dias em Londres, Amsterdã e Paris =) – dia 1

A partir de hoje vou começar um relato detalhado diário das minhas férias na Europa. Ele será feito na primeira pessoa como se estivesse acontecendo agora, uma viagem na minha viagem. Além de um relato para eu lembrar direitinho tudo de maravilhoso e nunca mais esquecer, também chamarei a atenção para o que planejei de roteiro e o que foi feito realmente, comparação de custos planejados e realizados e dicas que foram muito boas ou nem tanto. Bom, let’s go, primeiro destino, a terra da rainha!!!

LONDRES

DIA 1

E a minha viagem de férias e nossa viagem de Ni de 5 anos finalmente chegou (aniversário de casamento). Andei mega ansiosa com ela, inclusive insone por alguns dias (é minha especialidade ficar insone ansiosa) e hoje é finalmente o dia de partir para terras europeias as quais nunca exploramos. Íamos pedir um taxi, mas nenhum ponto atende o telefone, nem o waytaxi, e quando finalmente um taxista atendeu, não quis agendar uma corrida para 20 minutos depois. Affe. O jeito foi ligar pro Sequim (meu cunhado) e a emoção já começou logo na saída, perdi meu porta-dólar com metade do nosso dinheiro dentro de casa. Achei. Estava no porta malas do carro, fui guardar uma bolsa e larguei ele lá. Vamos de conexão contagem pela primeira vez. Ônibus novinho, viagem direta, wifi disponível, um terço do preço do taxi para duas pessoas. Excelente. O check-in já está pronto, então foi só despachar. Na sala de embarque comprei um livro para me distrair no vôo, marido tirando fotos com sua amada mala do hot wheels, já estragou minha mala de mão e o pau de selfie da Clarissa. Affe. Encontramos Monise e marido indo pra Portugal no mesmo vôo. Partiu. Viagem tranqüila, deu pra dormir. Até assisti Frozen. Quem me vê recebendo minha refeição sem glúten no avião até acha que eu vou fazer dieta nessa viagem, há. Escala em Lisboa, chegada em Paris. Já no aeroporto da pra sentir o “bom humor” francês. Arrumamos um transfer em conta, 15 euros por pessoa pra nos deixar na estação de trem. No caminho já a vimos, a linda torre Eiffel, também deu pra ver rapidinho La Concorde, Moulin Rouge, Sacre Couer. O motorista era um doidinho, passava com a van em cima do passeio. Chegando na estação ficamos um pouco perdidos, mas logo encontramos a alfândega londrina no segundo andar. Preenche papel, responde umas perguntas sobre o propósito da viagem, tempo em Londres etc, são 20:00. Tentamos ir no trem de 20:10, mas a pontualidade britânica é correta. Embarcamos no nosso horário de origem, 21:10. Como eu já tinha lido, atravessar o canal da mancha não tem a menor graça, é tudo escuro. 22:40 chegamos na estação de St Pancras, horário de Londres. Como é bonito, vamos tirar foto? (mal sabíamos o que estava por vir).

St Pancras

St Pancras

Resolvemos ir de metrô mesmo, Emma disse que o taxi daria umas 20 libras, mas depois vimos que daria muito mais… Faz frio. Fui comprar o Oyster Card com meu inglês enferrujado. Vendedora mal humorada. Ainda não deu pra entender o mapa do metrô de Londres. Tínhamos que pegar a district line até baker street e lá trocar pra circle line. Mas pegamos a circle line pro lado errado. Tivemos que voltar. Finalmente descemos em Bayswater e já era quase meia noite. Pedimos informação na rua sem saber que já estávamos quase do lado do endereço. Chegamos. Emma já tinha ido dormir e deixado as chaves na portaria. Que tipo de pessoa nem quer saber a cara de quem vai ficar na casa dela? Europeus são mesmo muito descolados. Não conseguimos conectar no wifi, conecta, mas não funciona. Ta rolando um desespero, quero avisar pra minha mãe que to viva, afinal faz 24 horas que saímos de casa. Deixamos o presente da Emma sobre a mesa com um bilhete, vamos dormir e resolvemos tudo amanhã. A casa é uma gracinha, como nas fotos, nosso quarto é confortável. No outro dia acordamos cedo, roteiro longo. Saímos pra comprar coisas no supermercado, afinal com a libra à 5 reais temos que economizar em algumas coisas. O combinado é tomar café e jantar em casa. Somente almoço/lanche na rua. Compramos um sim card pra ligar pra casa. 5 centavos o minuto pro Brasil, 2 libras o chip. Isso que é vida. Compramos pão, iogurte, granola, ovos, suco de laranja. Eu não sou fã de iogurte, mas na Europa tem uns ótimos feitos de puro leite sem conservantes, coisa rara em terras tupiniquins. Usei e abusei. Na volta pra tomar café, encontramos a Emma, uma simpatia, tava com o tornozelo torcido, disse que pisou numa toca de coelho. Sei lá se foi numa de verdade. Saímos e antes de pegar o metrô, paramos para comprar um pau de selfie novo pra Kita lá na rua da Emma. 13 libras, acho justo. Tradicional foto com a cabine telefônica e partiu desbravar Londres.

Clichê londrino =)

Clichê londrino =)

“Mind the gap between the train and the platform” diz a voz da moça do metrô. Descemos em frente ao Big Ben. Como é lindo. Faz frio, mas o céu está azul. E lá estão parlamento, Big Ben, rio Tâmisa e London Eye. É muita vista de cartão postal junta. Primeira foto na gopro, ficou massa. Que emoção, estamos em Londres!!! A tradicional foto com o ônibus vermelho passando.

Big Ben, chegamos!

Big Ben, chegamos!

Chegamos na Abadia de Westminster, uma igreja linda em estilo gótico que começou a ser construída em 1060. Uau! Não é mesmo incrível que existam igrejas com quase o dobro da idade do Brasil?! 18 libras para entrar, quem converte não se diverte, já diria o ditado. Que ótimo! Temos audioguias! One in english and one in portuguese, please. Isaac Newton está enterrado aqui, assim como todos os reis e rainhas da Inglaterra. Lindos túmulos, quase um milênio de história. Aqui também se casaram Kate Middleton e o príncipe Williams e é aqui que os reis são coroados. Mas a cadeira da coroação fica na Escócia e só vem pra cá quando é necessário.

Abadia de Westminster

Abadia de Westminster

Uau, os jardins também são lindos! Parecem aqueles jardins de universidade americana nos filmes.

Jardins de Westminster

Jardins de Westminster

Agora partiu London Eye. Antes, uma paradinha para a foto com o Churchil. Como tem turista nessa cidade! Tentamos comprar o passe rápido, mas era mais caro que o comum. Vamos pra fila que vou comprar o normal mesmo, vou tentar comprar o ingresso conjunto de London Eye + Madame Tussaud. Fila longa, porém rápida. Impressionante como tudo funciona bem aqui. Agora fila pra entrar na London Eye, também grande e também rápida. Até que os Londrinos são bem humorados, fui toda pimpona entrar na London Eye rindo e o segurança me parou dizendo em voz grossa “it’s not allowed… enter smiling! =D” e deu um belo sorriso haha, gostei dele. Cada cabine cabem umas 20 pessoas. A roda não para para você entrar. Enquanto a cabine passa, as pessoas descem, duas pessoas limpam rapidamente e verificam se não tem nada debaixo dos bancos com um espelhinho (vai que algum terrorista entrou aqui ne..) e a próxima turma sobe. Meia hora para dar uma volta completa, tem até banquinho pra sentar. Que linda vista! Dá pra ver Londres quase completa!

Vista da London Eye

Vista da London Eye

Que fome! Hora de comer o tradicional fish and chips. Engraçado não ter garçom aqui, você compra sua comida, pega e vai pra mesa. Peixe e batata gordurosos, não achei graça. Se bem que eu já não esperava muito mesmo desta “comida típica”. Mas aqui na Europa quero experimentar tudo! Já são umas 15 horas. Bora para a Trafalgar Square… Pegamos o metrô em westmisnter com direção a Trafalgar Square. Ainda bem que comprei esse chip, o gps salva a brasileira perdida.. hehe.. Praça bacana, aqui aconteceu a batalha de Trafalgar nas guerras napoleônicas e a Inglaterra venceu. Vários monumentos em bronze em homenagem aos guerreiros que morreram defendendo o país. Aliás, a Inglaterra te faz lembrar das guerras e do quanto eles resistiram e tiveram bravos guerreiros o tempo todo, muito legal. Leões gigantes de bronze, quero subir neles! Marido, me ajuda? Faz pezinho, empurra bunda, ufa, subi.

Trafalgar square

Trafalgar square

Desistimos da National Gallery. Vamos procurar uma apple store pra ver se o problema é do meu telefone. Ali tem um guarda! “Excuse me, is there an apple store around?” “Yes, just there at Regent st. But why apple?!” Europeu tem uma implicância com tudo que vem dos EUA, já sacamos… Tem uma na Regent street. Ah, vamos aproveitar e fazer Oxford e Regent street de uma vez então? Piccadilly circus, Regent street, caraca, a loja da Apple é gigante e num prédio bem antigo. Lojas de marca, coisas lindas, tudo em libra, ta fora do orçamento… rs… Primark, a C&A de Londres! Nossa, é muito melhor que a C&A, se garimpar acha coisas bem baratinhas mesmo. Comprei lindas meias de bichinho por 3 libras. Foi bom entrar aqui pra fugir do frio, ta uma friaca do cão lá fora. Hamley, uma loja de brinquedos de 5 andares, gente, que brinquedos legais!!! Mini drones, coisas que voam, família real construída em lego, cheio de brinquedo diferente! Mas ne, libras, então só olhar mesmo hehe

Sua majestade, mas de lego =)

Sua majestade, mas de lego =)

Queremos ver o musical do fantasma da ópera, passa ali no Her Majesty’s theatre. Comprando na hora conseguimos um preço muito bom para a sessão matinê das 14 horas do dia seguinte, 52 libras no primeiro “andar” no fundo. Melhor que o esperado. Nossos pés latejam de tanto andar, ainda queremos ir ao Covent Garden comer no famoso shake shack. Vamos pegar um taxi? Acho chique andar de black cab. Meu Deus, o taxímetro não para de rodar, me parecia tão perto. 8 libras, nosso pai, dá pra andar de taxi aqui não. Vamos pedir só um shake shack com batatas? Vai que é grande. 8 libras. Não, não é grande. Gostoso. Mas ok. Superestimado na minha opinião. Ta começando a escurecer e a ficar mais frio, também, já são quase 21.

Hummmmmm

Hummmmmm

Vamos embora, já passou da hora. Vamos para a estação covent Garden. Fechada. Só funciona durante o dia. Meu Deus, não aguento mais andar!!!

ROTEIRO PLANEJADO

Parlamento/Big Ben + Abadia Westminster + London eye + Trafalgar square + National gallery + Covent Garden Market

ROTEIRO REAL

Parlamento/Big Ben + Abadia Westminster + London eye + Trafalgar square + National galleryRegent st + Oxford st + Covent Garden Market

DICAS DE OURO

– Compre um chip, o preço super compensa e ter GPS em lugar que você não conhece é ótimo (não peça o moço da loja pra colocar o crédito pra você, eles cobram duas libras);

– Como já está escrito em todo blog de viagem pra Londres, compre o Oyster card, é prático e o preço compensa também, a gente usa MUITO metrô em Londres.

Uma noite mágica na Sapucaí

IMG_7178         

O PLANEJAMENTO

Há muitos anos, acho que eu ainda era estudante, prometi pra minha mãe que quando eu tivesse condição iria leva-la pra ver a Portela passar na Sapucaí (passei minha infância vendo os desfiles da Portela com ela e da Mangueira com minha vó). Então logo que acabou o carnaval de 2014, liguei pra ela e disse que iria leva-la em 2015.

Naquele instante já efetuei as reservas de hotel. Sim, em março de 2014 eu fiz as reservas de apartamento para o carnaval de 2015, e isso me fez pegar um excelente preço. Reservamos um ap excelente de dois quartos, todo equipado com wifi e ar condicionado em todos os cômodos no coração de Copacabana, mais bem localizado impossível. E pagamos pouco mais de 3 mil reais para os 5 dias de carnaval. Esse ap dava para até 6 pessoas (infelizmente, fomos os últimos a alugar, a dona mudou de novo para este ap, por isso não posso indicar =/).

Fiquei também de olho nas passagens aéreas e assim que disponibilizaram para o carnaval, comprei logo e consegui passagens com preço de dias normais e não de feriados (paguei em torno de 100 reais o trecho saindo de Vitória e de BH).

Feito isso, só faltava a estrela da viagem: os ingressos pra Sapucaí. Após pesquisar bastante, descobri que você pode escolher entre comodidade, e ter os ingressos entregues na sua casa, ou preço, e pagar metade do que cobram as operadoras que revendem.

Optei pela segunda opção já que teria que comprar pra 3 pessoas (eu, mãe e marido). Essa opção é comprar diretamente da LIESA, a liga das escolas de samba do Rio de Janeiro. Mas antes de efetuar a compra, você precisa escolher o setor da Sapucaí que você vai. Escolhemos o setor 10 que tinha um preço bem ok e dá para ver toda a Sapucaí já cheia, além de ser pertinho do recuo da bateria. Utilizei as dicas daqui para escolher o setor: http://www.nosnomundo.com.br/2014/02/mini-guia-do-desfile-das-escolas-de-samba-do-grupo-especial-do-rj/

A LIESA começa a vender os ingressos geralmente em janeiro. Daí tem que ficar vigiando no site deles o dia que começa a venda para o setor que você quer. Frisas e camarotes começam a vender antes, arquibancadas depois. Este ano as vendas começaram no dia 15/01. Assim que começarem as vendas você precisa insistir no telefone e ter sorte para eles te atenderem. Daí você passa o CPF de quem vai retirar os ingressos (atenção, só esse CPF pode fazer a retirada), passa os seus dados e para concluir o cadastro eles te pedem um número de FAX (!!!!!!!!). Isso mesmo que você leu, ainda há quem use isso em pleno 2015. E esteja preparado, pois o cadastro só é possível com este número. Daí eles te mandam um fax (!!!!!!) com os dados para depósito. Você precisa efetuar o depósito na boca do caixa, pois o sistema deles não reconhece depósitos feitos em caixas eletrônicos (!!!!!). Daí você manda pra eles por fax ou e-mail (ufa, agora pode ser e-mail) a cópia dos comprovantes de depósito. E guarda os originais, pois você vai precisar deles para retirar os ingressos lá no dia. O guichê para retirada fica perto do setor 11.

Dá trabalho? Pra caramba. E qual é a vantagem? Eu paguei 220 reais em cada ingresso. Na opção comodidade o mesmo ingresso sairia por volta de 500 reais.

A NOITE NA SAPUCAÍ

No dia do desfile não fomos a praia, fizemos outros programas como ir ao Cristo e a lagoa, pois a noite seria longa. Saímos de casa próximo as 19 horas e pegamos o metrô até a estação praça 11. É uma caminhada razoável até o setor 11, onde fomos buscar os ingressos. ATENÇÃO, não esqueça de levar os comprovantes de pagamento originais, ou você não conseguirá retirar seus ingressos! Como nosso setor era par, do outro lado da Sapucaí, andamos mais um monte pra chegar lá. Acabamos entrando mesmo por volta de 20:30 e já estava bem cheio, mas ainda ok para conseguir um lugar bacana bem no alto.

O evento é MEGA bem organizado, dão caderninhos com todos os samba enredo e explicações sobre os temas das escolas, tudo em português e inglês (o que não falta na Sapucaí é gringo!). Mas não espere conforto na arquibancada, ela LOTA, e quando os desfiles começam (por volta das 21:30), é o espaço de você sentar e levantar e nada mais. As comidas e bebidas também são bastante caras, então super vale a pena levar as suas. Nós levamos algumas cervejas e lanches. Do nosso lado tinha gente até com poção de frios.. rs

Bom, daí meu amigo, é só aproveitar a festa. Eu não tenho palavras para descrever o astral daquele lugar, o quão linda é a festa e todas aquelas fantasias e carros alegóricos passando lá embaixo. É simplesmente maravilhoso. Até o marido que nunca achou a menor graça em desfile pela TV ficou maravilhado com a Sapucaí.

União da ilha falou de beleza de uma forma diferente. Este carro satirizava os suplementos de proteínas e aminoácidos.

União da ilha falou de beleza de uma forma diferente. Este carro satirizava os suplementos de proteínas e aminoácidos.

Este satirizou as marcas famosas.

Este satirizou as marcas famosas.

 

E a Portela? A Portela foi nosso presente, nos emocionamos quando ela passou. Falaram dos 450 anos do Rio de Janeiro com um samba empolgante e saiu da Sapucaí aos gritos de “É campeã!”. A propósito, você vai entender quando for a Sapucaí porque a Beija-flor é o flamengo das escolas de samba, simplesmente o pior desfile da noite.

Bom, não tenho mais como descrever o indescritível, então seguem nossos registros fotográficos. E se tiver oportunidade de fazer isso um dia, VÁ! Um dia voltarei pra desfilar. =)

 

A Portela abriu a noite com paraquedistas que aterrisaram na Sapucaí.  *Foto retirada do twitter.

A Portela abriu a noite com paraquedistas que aterrisaram na Sapucaí.
*Foto retirada do twitter.

A águia-redentor veio simbolizando o Cristo Redentor (parte de baixo) e a cabeça da águia (tradicional símbolo da Portela).

A águia-redentor veio simbolizando o Cristo Redentor (parte de baixo) e a cabeça da águia (tradicional símbolo da Portela).

Ela abria e fechava os braços e mexia a cabeça. E uma determinada hora ela ABAIXOU pra passar debaixo de um obstáculo gente, sim, abaixou. Foi o auge do desfile.

Ela abria e fechava os braços e mexia a cabeça. E uma determinada hora ela ABAIXOU pra passar debaixo de um obstáculo gente, sim, abaixou. Foi o auge do desfile.

Vista de baixo. *Foto retirada do twitter.

Vista de baixo.
*Foto retirada do twitter.

Os túnels e o trânsito no Rio.

Os túnels e o trânsito no Rio.

Baía de Guanabara e Pão de Açúcar (reparem nas formas!)

Baía de Guanabara e Pão de Açúcar (reparem nas formas!)

Jardim Botânico do RJ.

Jardim Botânico do RJ.

 

 

 

O que fazer com o resto de arroz?

Bolinho de arroz ora bolas!!! =)

Não, este blog não está virando um site de receitas. É só porque eu gosto de cozinhar mesmo e o que eu acho que vale a pena/facilita a vida das pessoas/é gostoso/quero eu compartilho! =)

Pois bem, eu tava com uma panela de arroz intocada lá em casa porque eu fiz pro marido, mas ele acabou não almoçando no domingo. Segunda, vendo o programa da Rita Lobo, coincidentemente ela ensinou a fazer esse bolinho. Fui pra cozinha imediatamente (com algumas adaptações da receita dela) e ficou MARA!

 

Receita original da Rita

Ingredientes:
3 xícaras (chá) de arroz branco cozido
1 cebola
½ cenoura
¼ de xícara (chá) de salsinha e cebolinha picadas
2 colheres (sopa) de azeite
3 ovos
4 colheres (sopa) de amido de milho
½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta-do-reino moída na hora (a gosto)
Óleo (para untar a frigideira)

Modo de preparo:

Descasque, corte ao meio e fatie a cebola em meias-luas (não muito finas). Leve ao fogo baixo uma frigideira média (de preferência antiaderente). Regue com 2 colheres (sopa) de azeite e junte a cebola. Tempere com uma pitada de sal e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos, mexendo de vez em quando, até dourar.

Enquanto isso, prepare os outros ingredientes: lave, descasque e passe a cenoura pela parte grossa do ralador; lave e seque a salsinha e a cebolinha. Pique fino a salsinha e corte a cebolinha em fatias médias.

Transfira as cebolas douradas para uma tigela grande, junte o arroz cozido e misture. Aumente o fogo para médio, regue com mais um fio de azeite e acrescente a cenoura. Refogue por cerca de 2 minutos e junte a salsinha e a cebolinha. Desligue o fogo, junte ao arroz e misture bem.

Acrescente o queijo ralado, prove e tempere com sal e pimenta-do-reino. Adicione os ovos e, por último, misture bem o amido de milho.

Passe um papel toalha para limpar a frigideira e leve ao fogo médio. Quando aquecer, regue com óleo para cobrir todo o fundo. Adicione duas colheradas da mistura de arroz e achate levemente com as costas da colher (no formato de um hambúrguer) – faça de 1 a 2 bolinhos por vez, deixando espaço entre cada um para não grudar.

Deixe cozinhar por cerca de 2 minutos e vire com uma espátula para dourar o outro lado por igual. Transfira os bolinhos prontos para uma travessa e repita com toda a mistura de arroz (se necessário regue a frigideira com mais óleo). Sirva os bolinhos ainda quentes.

O que eu mudei na receita

Eu só tinha duas xícaras de arroz, então acabei usando 2 ovos e 3 colheres de maizena. Além disso, eu só tinha manjericão de ervas e não tinha cenoura. Substitui também o queijo parmesão por queijo minas padrão (que era o que tinha na minha geladeira). E gente, pensa num trem gostoso. Ótimo inclusive pra tira gosto.

Com exceção dos ingredientes essenciais pra dar liga, tipo ovo, maizena, azeite e água, acho que para o resto vale variar com o que tiver em casa, é só caprichar no tempero. O queijinho também dá um gostinho maravilhoso.

 

Risoto de shimeji com alho poró

Risoto de shimeji com alho poró

Risoto de shimeji com alho poró

Modéstia a parte, eu sou muito boa nesse negócio de cozinhar! rsrs então vim compartilhar aqui a receita do risoto que fiz domingo lá em casa.

Na verdade, essa é a receita tradicional de risoto e você pode trocar os acompanhamentos se quiser, basta que o caldo acompanhe o sabor dos seus ingredientes principais. Vou explicar melhor logo mais. Vamos lá!

Ingredientes

1,5 xícara de chá de arroz arbóreo

1 alho poró

1 cebola média

3 colheres de sopa de azeite

200g de shimeji

0,5 litro de caldo de legumes

0,5 litro de caldo do shimeji

1,5 xícara de vinho branco

1 colher de sopa de manteiga

150 g de parmesão ralado (não vale aquele comprado pronto do saquinho vermelho que tem mais sal que queijo)

Manjericão

Modo de fazer

Primeiro, prepare um bom caldo de legumes. Eu sempre tenho congelado, mas segue receita:

Você vai precisar de 2 cenouras, 2 talos de salsão (folhas de 1), 1 cebola grande, 2 litros de água, 2 folhas de louro, 3 cravos da índia e 5 grãos de pimenta do reino. Corte a cebola em 4 partes e a cenoura e os talos do salsão em fatias grossas. Coloque tudo no fogo e quando ferver, deixe cozinhar em fogo baixo por 30 minutos. Voilá! Não me vai estragar o risoto usando aquele caldo comprado pronto terrível… Ah, e dura por 3 meses congelado!

Fervente os 200 g de shimeji em 500 ml de água. Somente deixe levantar fervura e desligue, coe e conserve o caldo para utilizarmos no risoto. Guarde também o shimeji em uma vasilha enquanto isso.

Deixe também tudo picado (alho poró e cebola) e reserve.

Refogue a cebola no azeite até que ela fique transparente.

Depois adicione o arroz e mexa um pouco de forma que todos os grãos sejam envolvidos pelo azeite.

Adicione o vinho branco e mexa sem parar (é por isso que todos os ingredientes devem ser picados e preparados antes, para que o risoto fique bem cremoso, temos que mexer o tempo todo) até que o vinho evapore.

Adicione o alho poró e misture.

A partir deste momento, vamos adicionando por vez duas conchas de caldo (pode ser o de legumes ou o do shimeji, a ordem não importa) e mexemos sem parar até que elas sequem. Talvez não seja necessário utilizar todo o caldo, o arroz deve estar cremoso, porém al dente (é preciso experimentar!)

Quando estiver no ponto, desligue o fogo e misture o shimeji, a manteiga e o queijo para finalizar. Sirva imediatamente! O manjericão é só pra enfeitar mesmo! =)

Essa quantidade rende 3 pratos como o da foto. Ou seja, serve duas pessoas que comem bem, ou 3 que comem menos…

P.S.1: eu não adicionei sal porque o vinho, os caldos, a manteiga e o queijo já deram sabor suficiente pra mim. Mas prove e se precisar, ajuste o sal.

P.S.2: caso sobre, para aquecer, basta usar novamente um pouco do caldo quente e misturar com fogo baixo;

P.S.3: você pode variar o sabor do seu risoto utilizando a mesma receita. Por exemplo, já fiz esta mesma com filé em tiras no lugar do shimeji (que também fica maravilhoso) e utilizei caldo de carne no lugar do caldo de legumes. Você pode até utilizar o caldo de legumes, mas o caldo ajuda a reforçar o sabor do caldo. Você pode também variar os legumes, usar cenoura, brócolis, enfim, o que quiser, é só atentar ao tempo de cozimento de cada um para ele não “derreter”.

Essa receita dá um pouco de trabalho, mas ainda assim é fácil e super versátil. Sucesso garantido no almoço de domingo.

Bom apetite!